VARÍOLA DOS MACACOS (Monkeypox) 🙈 OMS recomenda que homens que fazem sexo com homens reduzam parceiros sexuais🙈 Cerca de 98% das infecções foram notificadas entre homens gays - Observador Independente

Acontecendo

Bem-vindo! Hoje é

sexta-feira, julho 29, 2022

VARÍOLA DOS MACACOS (Monkeypox) 🙈 OMS recomenda que homens que fazem sexo com homens reduzam parceiros sexuais🙈 Cerca de 98% das infecções foram notificadas entre homens gays



O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, recomendou nesra quarta-feira (28/7), que homens que fazem sexo com homens adotem medidas para reduzir o risco de infecção pela monkeypox, também conhecida como varíola dos macacos. 


Mas... "Varíola dos macacos não pode trazer o preconceito contra gays", diz especialista


Cerca de 98% das infecções foram notificadas entre homens gays, mas o órgão já ressaltou em diversas coletivas que essa não é uma doença ligada ao sexo e que não quer que esse tipo de varíola seja tratada como foi a AIDS nos primeiros anos.

“Estigma e discriminação podem ser tão perigosos quanto qualquer vírus e podem alimentar o surto",

 inciou Tedros. A varíola dos macacos tem pouquíssima transmissão pelo ar, sendo o contato físico com a pela a maior chance de infecção. A monkeypox já é uma emergência de saúde pública global.

Entre as orientações, está a diminuição no número de parceiros sexuais. “Isso inclui, no momento, reduzir o número de parceiros sexuais, reconsiderar o sexo com novos parceiros e trocar detalhes de contato com novos parceiros para permitir o acompanhamento, se necessário”, declarou o diretor-geral.

Até o momento, 18,8 mil casos da zoonose viral foram registrados desde maio em 78 países e cinco mortes foram relatadas à OMS. Segundo Ghebreyesus, aproximadamente 10% dos pacientes tiveram de ser hospitalizados para controlar a dor causada pela doença.

Acompanhe nossas transmissões ao vivo no www.aratuon.com.br/aovivo. Nos siga no Instagram, Facebook e Twitter. Quer mandar uma denúncia ou sugestão de pauta, mande WhatsApp para (71) 99940 - 7440. Nos insira nos seus grupos!


Credito da foto:Fotos Públicas/NIAD

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui sua opínião

-->